Como chegar aqui:

NEAB

 

Programa Memorial Antonieta de Barros


Antonieta de Barros
Fonte: Google Imagens (2015)

  O Programa Memorial Antonieta de Barros é uma ação de extensão de abrangência nacional, interinstitucional, intercentros, tem por objetivo o combate ao racismo e a promoção da igualdade e da diversidade étnico-racial através de ações que auxiliem na implementação da Lei Federal 10.639/03 e 11.645/2008 e das Diretrizes Nacionais de Educação para as Relações Étnico-Raciais e História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. É desenvolvido em parceria com agências governamentais, instituições federais, estaduais e municipais da rede oficial de ensino. Tem como público alvo educadores(as), alunos(as), gestores(as) públicos, acadêmicos(as) de licenciaturas epesquisadores da área de História, de Pegadogia e de Biblioteconomia.

O Programa possui três projetos vinculados:

  1. Biblioteca de Referência NEAB/UDESC

  2. Observatório de Educação e Relações Étnico-Raciais em Santa Catarina

  3. Centro de Memória e História das Populações de Origem Africana em Santa Catarina.
     

Projeto Biblioteca de Referência NEAB/UDESC

  Possui como objetivo ser um espaço de disseminação de informações que viabilizem o acesso dos(as) pesquisadores(as), acadêmicos(as) dentre outros(as) interessados(as) em aspectos históricos, culturais, socioeconômicos, educacionais das populações de origem africana e indígena. Neste sentido, algumas atividades são desenvolvidas: pesquisas e coletas de bibliografias - especialmente Trabalhos de Conclusão de Curso, Dissertações de Mestrado e Teses de Doutorado - em bibliotecas universitárias para serem armazenadas e disponibilizadas pela Biblioteca; organização e sistematização de documentos pesquisados e transcritos por pesquisadores(as) vinculados as ações de pesquisa desenvolvidas pelo Núcleo; levantamento e elaboração de um catálogo de todo acervo existente no NEAB; aquisição de novas obras para a Biblioteca de Referência do Núcleo; reorganização periódica da Biblioteca; elaboração e divulgação de uma política de desenvolvimento de coleções para a mesma; atualização periódica do inventário das obras da Biblioteca e dos documentos coletados nos Centros de Documentação e que se encontram no Núcleo; elaboração de pastas com textos referentes à temática acerca das populações de origem africana e indígenas; publicação diária de materiais bibliográficos (artigos, teses, dissertações, trabalhos de conclusão de curso, vídeos, etc.) na página da Biblioteca no Facebook

 

Projeto Observatório de Educação e Relações Étnico-Raciais em Santa Catarina

   Este projeto se desenvolve por intermédio de acordos de cooperação entre o Núcleo de Estudos Afro-Brasileiro da UDESC e agências governamentais em esfera regional, estadual e municipal, com a finalidade de auxiliar e acompanhar a efetivação das normas legais, associadas ao multiculturalismo e às políticas de promoção da igualdade e diversidade cultural na educação, além de apoiar as atividades traçadas pelo UNIAFRO IV, através de discussões, textos e ações que permitam um maior contato dos/as gestores/as com a escola, tornando o ensino de História e Cultura Africana e Afro-Brasileira presente no cotidiano escolar. Além disso, o surgimento deste projeto está relacionado com o processo de avaliação dos últimos cinco anos de atuação do NEAB, resultado da pesquisa denominada "Diversidade Cultural, Africanidades e Acervos em Escolas Públicas de Santa Catarina" tendo como financiadora a Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado de Santa Catarina (FAPESC).
Para nos conhecer melhor visite a página do projeto no Facebook.
 

Projeto Centro de Memória e História das Populações de Origem Africana em Santa Catarina

  O projeto tem como objetivo o gerenciamento do site do NEAB/UDESC, disponibilização de informações relativas as atividades desenvolvidas através dos projetos de extensão e de pesquisa do Núcleo por intermédio de programa de rádio e boletim informativo bimestral, páginas de mídias sociais, Twitter e Facebook, links de revistas e de outras publicações voltadas para a temática, livros e documentos para download e notícias. Para nos conhecer acesse os links do Facebook e do Twitter do NEAB/UDESC!

 
_______________________________________________________________________

Programa Diversidade Étnica na Educação

  O presente Programa de Extensão pretende contribuir no processo de implementação da Lei Federal 10.639/03 e a 11.645/08, por meio de realização de atividades envolvendo a formação continuada de profissionais da rede de ensino, acadêmicos de graduação e pós-graduação do campo das Ciências Humanas, bem como integrantes de instituições não governamentais. Como sabemos, o relatório que acompanha as Diretrizes Curriculares Nacionais para a educação das Relações Étnico-raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana, bem como as Diretrizes Curriculares para a Educação Indígena, são portadoras de orientações significativas para sua implementação. Entre elas destacamos aquela estabelecida pela primeira que afirma: “(...) os sistemas de ensino e os estabelecimentos de Educação (...) Superior precisarão providenciar (...) mapeamento e divulgação de experiências pedagógicas de escolas, estabelecimentos de ensino superior, secretarias de educação, assim como levantamento das principais dúvidas e dificuldades dos professores em relação ao trabalho com a questão racial na escola e encaminhamentos de medidas para resolvê-las, feitos pela administração dos sistemas de ensino e por Núcleos de Estudos Afro–Brasileiros”. Se destaca como construção de uma possibilidade concreta para a produção, a transmissão e a apropriação de campos do conhecimento, em especial, das ciências sociais, humanas e políticas vinculadas a temática dos Estudos Africanos e Indígenas, e que questionem e discutam o tema da diversidade étnica. Tem como público alvo educadores(as), alunos(as), gestores(as) públicos, acadêmicos(as) de licenciaturas e bacharelado e pesquisadores da área de História, de Educação, de Geografia, de Artes Visuais e de Biblioteconomia. Para esta etapa os projetos vinculados a este programa preveem a elaboração de materiais didáticos e de livros, a oferta de curso de formação continuada de professores(as) na modalidade a distância (através da Plataforma Moodle) e presencial nos municípios que possuem acordos de parceria com o NEAB/UDESC (Itapema, Joinville, Jaraguá do Sul e Balneário Camboriu).
O programa possui cinco ações:
1ª Ação - Projeto “História dos Índios no Brasil”, coordenado pela Profª. Luisa Tombini Wittmann.
2ª Ação - Projeto “Africanidades, Cultura e Cidadania”, coordenado pela Profª. Claudia Mortari.
3ª Ação - Projeto “Diversidade étnica e formação de professores”, coordenado pela Profª Bárbara Giese. 
4ª Ação - Projeto “MALEMBE MALEMBE Mostra de Cinema Africano”, coordenado pela Profª Célia Maria Antonacci Ramos. 
5ª Ação - Projeto “Arte Afro-Brasileira Contemporânea”, coordenado pela Profª Célia Maria Antonacci Ramos.
 

Projeto História dos Índios no Brasil

  Coordenado pela Profª. Luisa Tombini Wittmann, se constitui de um Curso de Formação Continuada de professores(as) na modalidade a distância, com carga horária de 140 horas. Esta ação possibilita, o estreitamento da relação entre a universidade e a Educação Básica, pois propõe, através da formação de professores(as) da rede pública por meio de materiais pedagógicos e do oferecimento de um curso a distância (através da Plataforma Moodle), que compreende parte teórica e prática, compartilhar o que tem sido estudado e discutido no âmbito da academia no que se refere a temática da História Indígena, do curso de graduação em História. Irá atingir diretamente 200 professores(as), sendo que indiretamente este número se amplia consideravelmente se considerarmos a comunidade escolar beneficiada pelas discussões e aprendizado ocorrido.

 

Projeto Africanidades, Cultura e Cidadania

  Constitui-se de um Ciclo de Palestras (07 ao total ao longo do ano) com especialistas na área dos Estudos Africanos e da Diáspora. Uma das ações do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB/UDESC) ao longo do ano de 2015 é o Ciclo de Palestras intitulado "Africanidades, Cultura e Cidadania". O objetivo geral da atividade é realizar uma série de palestras, ao longo do ano de 2015, com especialistas na área dos Estudos Africanos e da Diáspora, de forma a contribuir com a produção, a transmissão e a apropriação de campos do conhecimento que questionem e discutam os temas da diversidade. 


 

Projeto Diversidade Étnica e Formação de Professores

  Trata-se de uma ação que objetiva a realização de oficinas com professores(as) acerca da temática da diversidade étnica e a elaboração de material didático (livros) a ser publicado e distribuído às escolas parceiras do NEAB/UDESC e bibliotecas em Santa Catarina e aos NEABs de todo o Brasil. Em relação as oficinas de formação continuada de professores(as), estas terão carga horária de 06 horas cada, na modalidade presencial no municípios de Balneário Camboriú, Itapema, Jaraguá do Sul e Joinville e a temática se refere a questão da Diversidade. Em relação a elaboração do material didático (livros) o objetivo é compartilhar o que tem sido estudado e discutido no âmbito da academia no que se refere às temáticas da História das Áfricas, da Diáspora africana para o Brasil e História Indígena. Irá atingir diretamente cerca de mil instituições escolares e seus professores(as), sendo que indiretamente este número se amplia consideravelmente se considerarmos a comunidade escolar beneficiada pelas discussões e aprendizado ocorrido. Pretende-se, elaborar três livros: o primeiro direcionado ao(a) professor(a), composto de textos cujas temáticas referem-se à História das Áfricas e Diásporas Africanas no Brasil e História Indígena; o segundo composto por material imagético diverso (fotografias, pinturas, gráficos, propagandas etc); e um terceiro, de uso exclusivo do(a) aluno(a), composto por atividades que questionará o material imagético propondo atividades interativas e diversas ações que vão além da sala de aula. A proposta de tal ação, que envolverá acadêmicos(as) de graduação em História, Pedagogia, Geografia e Artes Visuais, bem como professores(as) e pesquisadores(as) associados(as) do NEAB/UDESC, visa possibilitar a produção e divulgação do conhecimento acerca das experiências históricas das populações de origem africana e indígenas, visando a promoção da igualdade étnico-racial nas escolas e comunidades.
 

Projeto MALEMBE MALEMBE Mostra de Cinema Africano

Trata-se de um ciclo de cinema africano, que pretende trabalhar os filmes como um material didático, que possibilite discussões na universidade e, posteriormente, retorne para escolas e centros culturais de periferias de Florianópolis, seguidos de debate, respaldando os propósitos da Lei 10.639/2003. A proposta MALEMBE MALEMBE Mostra de Cinema Africano partiu do estudante angolano Tiago Bassika Nzovo. Os filmes propostos são fontes de conhecimento da política, da economia, da cultura, da arte e da sociedade africana atual, sendo que esta mostra é um evento que pretende contrapor ideais e discutir Malembe Malembe práticas para aproximar culturas. É um projeto de cooperação entre e o projeto de pesquisa “As expressões artísticas africanas e afrodescendentes na contemporaneidade”, do CEART/UDESC, sob a responsabilidade da professora Dr.ª Célia Maria Antonacci Ramos. Já na segunda edição, o projeto este ano ocorrerá integrado à programação da Semana da Consciência Negra, e com apoio da COPIR - Cordenadoria Municipal de Políticas Públicas para a promoção da igualdade racial da Prefeitura Municipal de Florianópolis, sob a responsabilidade da professora Dr.ª Marta Santos da Silva Holanda Lobo. Após as sessões, como já ocorreu no ano passado, haverá um debate coordenado pelo professor Dr. Mahomed Bamba. Este projeto tem por objetivo divulgar a cultura, a arte e a cinematografia africana na cidade da Grande Florianópolis. Cabe ressaltar que os filmes a serem exibidos fazem parte de uma seleção de documentários e filmes de ficção gentilmente cedidos pela Aliança Francesa, com sede no Rio de Janeiro, e pela Casa das Áfricas, com sede em São Paulo.

Projeto Arte Afro-Brasileira Contemporânea

Se constitui de um ciclo de vídeos que tem por objetivo dar voz aos artistas afro-brasileiros contemporâneos, especialmente os que hoje expressam em suas poéticas as políticas de dominação colonialista e propõem poéticas com objetivos de superá-las. Objetivamos com os vídeos, criar um acervo de memória, que possa ser acessado em nosso tempo presente, mas também pelas gerações que se sucedem. As metodologias educacionais contemporâneas devem seguir os fetiches dos relacionamentos sociais contemporâneos entrelaçados nas magias dos avanços tecnológicos que nos colocam em redes virtuais. Vale pontuar que os dois dos projetos deste Programa (História dos Índios no Brasil e Diversidade Étnica e Formação de Professores(as))fazem parte do Programa Memorial Antonieta de Barros, contemplado pelo Edital PROEXT 2014. Além disso, as ações do Programa estão vinculadas a equipes de projetos e grupos de pesquisa das professoras coordenadoras e participantes, a saber: “Experiências das populações de origem africana em Santa Catarina no pós-abolição: culturas políticas e sociabilidades”, “O Ensino de História da África em Santa Catarina: questões e perspectivas”, ambos coordenados pelo prof. Paulino de Jesus Francisco Cardodo; “Homens e Mulheres de cor e de qualidade: um estudo acerca das identidades/identificações das populações de origem africana em Desterro/Florianópolis (1870-1910)”, coordenado pela profª Claudia Mortari; e “Arte missionária na América e na Índia (séc. XVI e XVII)”, coordenado pela profª Luisa Tombini Wittmann.
 

___________________________________________________________________

AÇÃO ISOLADA
 

Espaço de Referência Ações Afirmativas

Com o início da implantação das ações afirmativas na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) surgiu a necessidade da criação do  projeto " Espaço de Referência Ações Afirmativas", vinculado ao projeto "Observatório de Educação e Relações Étnico- Raciais em Santa Catarina" do Núcleo de Estudos Afr-brasileiros (NEAB),  visa dar suporte aos acadêmicos oriundos de ações afirmativas e em situação de vulnerabilidade econômica e social. Possui o objetivo de acompanhar esstes alunos desde a primeira fase, pesquisando o seu perfil acadêmico, coletando informações e depoimentos. Além disso, pretende proporcionar suporte financeiro e manter um espaço de informação com desenvolvimento de fóruns de debates, estabelecendo interação entre o Espaço de Referência e os cursos pré-vestibulares/escolas, organizações comunitários e eventos, fazendo com que esse  projeto não só garantam o acesso, mas igualmente a permanência e o sucesso de nossos estudantes.

 








 

 
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED / Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi - Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001 / Telefone: (48) 3664-8500
© 2010-2012 SETIC - UDESC