Como chegar aqui:

Programa de Pós-Graduação em Educação



GRUPOS DE PESQUISA


ARQUIVOS PESSOAIS, PATRIMÔNIO E EDUCAÇÃO

Desenvolver pesquisas que tematizem arquivos pessoais, cujas materialidades se constituem em documentos para a historiografia. Problematizar a produção desses arquivos, considerando cada um deles, em que pesem suas especificidades, testemunhos de práticas culturais, significativos para a pesquisa histórica. Objetiva-se, nesse sentido, contribuir para um maior conhecimento dos itinerários de diferentes sujeitos, por meio da investigação de seus múltiplos pertencimentos, de suas redes relacionais, analisando suas posições de singularidade, a partir das interações experimentadas em seus espaços de atuação. Busca-se promover reflexões a respeito dessas questões nos domínios da História e nas interfaces com o campo da História da Educação e do Patrimônio Cultural, especialmente aquelas referentes ao gênero biográfico, às práticas de arquivamento do eu e às escritas de si. As pesquisas, como espaços de trabalho,identificam-se, igualmente, com pressupostos teóricos da História Pública tendo como referenciais o estudo da presença dos intelectuais no espaço público; a divulgação e o gerenciamento do patrimônio histórico educativo material e imaterial; o impacto das novas mídias sobre as estratégias de construção e publicização da memória; os diálogos entre arquivos pessoais, história da educação e patrimônio e por meio de salvaguarda em centros de memória, museus e arquivos que promovam a ampliação do repertório historiográfico da educação, como uma produção discursiva de um determinado tempo e lugar. O Grupo assim constituído estimula reflexões sobre a atuação dos profissionais que lidam diretamente com as chamadas representações históricas.

Professor(es): Maria Teresa Santos Cunha


CULTURAS ESCOLARES, HISTÓRIA E TEMPO PRESENTE

O grupo de pesquisa Cultura Escolares, História e Tempo Presente (CEHTP) se propõe a investigar culturas escolares em perspectiva histórica e comparada na Educação Básica brasileira. Constituído por professores doutores da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), esse grupo de investigadores têm se debruçado sobre o currículo e os patrimônios escolares nos vários níveis de ensino e em torno da renovação pedagógica do ensino médio. Os seus projetos de pesquisa têm contemplado saberes, manuais e práticas escolares, bem como o patrimônio cultural, museus e bibliotecas de escolas e instituições públicas e privadas.

Professor(es): Norberto Dallabrida


CULTURA IMPRESSA E DIGITAL (GP-CIDI)

Desenvolvimento de estudos e pesquisas que contribuam para a reflexão teórica e prática do papel da informação, da biblioteca e da atuação profissional do gestor de unidades de informação nos processos de ensino e aprendizagem, e de competência em informação no contexto da sociedade contemporânea. As pesquisas deverão ser desenvolvidas a partir de duas linhas: (i) Informação, Memória e Sociedade; e (ii) Informação e Conhecimento na Sociedade Contemporânea.

Professor(es): Gisela Eggert Steindel, Elaine Rosangela de Oliveira Lucas


DIDÁTICA E FORMAÇÃO DOCENTE

O Grupo de Pesquisa Didática e Formação Docente - NAPE - é um espaço de produção e socialização de estudos e pesquisas em Educação, considerando as relações entre formação de professores, alfabetização, docência e políticas educacionais para o trabalho educativo com crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos na Educação Básica com ênfase nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. O NAPE funciona na sala 315 do Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED/UDESC.

Professor(es): Alba Regina Battisti de Souza, Lourival José Martins Filho


EDUCAÇÃO, ARTES E INCLUSÃO

O grupo tem buscado desenvolver e congregar estudos que problematizem as questões relativas às propostas de inclusão na educação, na arte e nas diferentes linguagens, em especial no universo escolar. Entendendo a inclusão como um fenômeno social inexoravelmente vinculado à exclusão. O grupo desenvolve pesquisas objetivando identificar os limites e possibilidades de tais propostas e suas relações com o currículo, com a cultura escolar, com as áreas dos saberes, em especial, a Arte, bem como, as práticas de formação de professores e as diferentes linguagens e tecnologias. Os pesquisadores do grupo vinculam-se ao LELA, ao LIFE e Programa de Mestrado em Música, Programa de Pós-Graduação em Gestão da Informação e Programa de Artes Visuais da Udesc. Participam do grupo pesquisadores de outras instituições, o que dá ao grupo um caráter multidisciplinar e Interinstitucional.

Professor(es): Maria Cristina da Rosa Fonseca da Silva


EDUCAÇÃO, COMUNICAÇÃO E TECNOLOGIA - EducomFloripa

Este grupo de pesquisa tem por campo epistemológico as interfaces entre as áreas de Comunicação e Educação e suas relações com a Sociedade. Suas preocupações envolvem os processos de construção dos significados, o desenvolvimento de processos comunicacionais nas práticas sociais e a integração de tecnologias de informação e comunicação na teoria e na prática pedagógica das diferentes modalidades educativas. Inclui, portanto, a cidadania e os direitos humanos, a arte, a saúde, a diversidade, a sexualidade, o meio-ambiente e a inclusão social e digital, nos quais linguagens, processos comunicacionais, teoria e prática pedagógica constituem um campo de ação e pesquisa interdisciplinar e interdiscursivo.

Professor(es): Ademilde Silveira Sartori, Fernando Luiz Cardoso


EDUCAÇÃO E CIBERCULTURA

O Grupo de Pesquisa Educação e Cibercultura tem como campo epistemológico as interfaces entre os campos da educação, da tecnologia digital e da cibercultura. Estuda os aportes teóricos e metodológicos úteis à reflexão sobre as práticas educativas neste no espaço virtual de produção de cultura; os diferentes tipos de mediações; os processos comunicacionais nas práticas educativas, a integração de tecnologias digitais na teoria e na prática pedagógica das diferentes modalidades educativas, os ambientes virtuais de aprendizagem; as comunidades de práticas educativas mediadas; as implicações culturais, éticas e políticas do uso das tecnologias digitais nas práticas educativas; os processos cognitivos tecnologicamente mediados; as novas sociabilidades; as redes sociais; a formação de professores na e para cibercultura. O grupo tem realizado investigações em parceria com outras instituições nacionais e internacionais e os resultados dessas pesquisas têm sido divulgados em congressos e outros eventos, além de publica-los em periódicos de referência na área da educação e compor capítulos de livros e livros nacionais e internacionais. 

Professor(es): Martha Kaschny Borges, Elaine Rosangela de Oliveira Lucas


EDUSEX - FORMAÇÃO DE EDUCADORES E EDUCAÇÃO SEXUAL

Nossos estudos buscam contribuir para as reflexões sócio-histórico-filosóficas e político-pedagógicas sobre da sexualidade humana, tomando como tema referencial as principais matrizes teóricas da modernidade sobre a questão e suas heranças para os processos educativos, na perspectiva da construção de uma abordagem emancipatória de educação sexual.Entendemos esse referencial como expressão do pensamento científico que desenvolve um estatuto de análise e interpretações que destacam os aspectos econômico, estético, político e ético da significação da sexualidade no mundo contemporâneo, por meio da educação sexual. Essa modalidade de análise, a pesquisa, embricada permanentemente ao ensino e à extensão, permitirá o desenvolvimento de estudos sobre a ação pedagógica empírica e as matrizes epistemológicas que conformam o entendimento da relação sexualidade e educação num aporte sócio-histórico da questão.

Professora: Sonia Maria Martins de Melo


GEDIN - GRUPO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO INFANTIL

As pesquisas e estudos desenvolvidos pelos integrantes do grupo contemplam: a formação docente; praticas educativas em instituições formais e não formais; cotidiano institucional; propostas curriculares; culturas infantis; políticas públicas para a infância; história da infância; avaliação de contexto da e na educação infantil. Tem por objetivo contribuir para o conhecimento das infâncias, crianças, suas culturas e educação, além de realizar estudos com acadêmicos e profissionais da área da educação.

Professor(es): Julice Dias


ENSINO DE GEOGRAFIA, FORMAÇÃO DOCENTE E DIFERENTES LINGUAGENS

Este grupo de pesquisa parte de necessidades oriundas da formação de educadores em Geografia vindas pelas práticas e pelos estágios supervisionados. Necessidades colocadas, por um lado, pelo modo como os currículos dos cursos de graduação estruturam a formação e, por outro, pela relação destes currículos com a Educação Básica e com as temáticas e ferramentas presentes no mundo contemporâneo. Portanto, trata-se de um grupo voltado a pesquisar o ensino de geografia, a formação docente e as diferentes linguagens envolvidas no processo didático pedagógico da geografia acadêmica, escolar e não-escolar. Tendo como foco o contato com as realidades da geografia o grupo atua de forma a produzir experiências significativas e diferenciadas na formação. Experiências estas relacionadas às pesquisas em temas geográficos contemporâneos e à elaboração de propostas educacionais de impacto na formação de educadores. O grupo estrutura-se em duas linhas de pesquisa: Ensino de Geografia e Formação Docente e Práticas Pedagógicas e Diferentes Linguagens e está lidado ao LEPEGEO (Laboratório de Estudos e Pesquisas de Educação em Geografia); desenvolve pesquisas em rede fazendo parcerias com o Programa de Pós Graduação em Geografia da UFSC, com o Programa de Pós Graduação em Educação e com alunos e professores do Curso de Geografia da UDESC, com professores da Rede Pública de SC, com o grupo Geografia, Imagens e Educação (http://www.geoimagens.net/) e com o Laboratório de Cartografia Tátil e Escolar/UFSC (http://www.labtate.ufsc.br).

Professor(es): Ana Paula Nunes Chaves, Ana Maria Hoepers Preve, Rosa Elisabete Militz Wypyczynski Martins


ESTUDO E PESQUISA EM TECNOLOGIA EDUCACIONAL E EDUCAÇÃO MATEMÁTICA

Núcleo de estudos sobre Tecnologia Educacional e Educação Matemática, compreendendo aspectos téorico-metodológicos do uso de recursos tecnológicos para/na Educação Matemática.

Professor(es): Luciane Mulazani dos Santos


LUTAS SOCIAIS, TRABALHO E EDUCAÇÃO (LUTE)

Parte-se do pressuposto de que a crise do capital tem implicações no mundo do trabalho, na exploração dos recursos naturais e inovações tecnológicas, na formação do trabalhador, na sociabilidade e nas diversas formas de expressão da subjetividade. O grupo objetiva reunir pesquisas em torno de dois eixos: políticas públicas na interface com as TIC como manifestação da reestruturação produtiva, e os movimentos sociais no seu processo, complexo e contraditório, de apassivamento nas últimas décadas, resultante da reconfiguração do Estado e suas politicas cada vez mais focalizadas e dependentes do mercado. Ambas as questões analisadas articuladamente expressam movimentos dialéticos de adesão e resistência, determinados, em última instância, pelas relações capital-trabalho, considerando a especificidade latinoamericana e brasileira, destacando-se as lutas pela terra, pela moradia e pela educação em seus fundamentos científico-tecnológico e sócio-histórico.

Professor(es): Mariléia Maria da Silva

GRUPOS DE ESTUDOS EM PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DA EDUCAÇÃO FÍSICA

Grupo de estudo que discute os Aspectos pedagógicos do Movimento Humano, especialmente voltados à Educação Física Escolar e aos Estágios Curriculates Supervisionados. Além disso, reflete sobre os saberes docentes, a prática pedagógica e a saúde do professor.

Professor(es): Larissa Cerigoni Benites


MÚSICA E EDUCAÇÃO - MUSE

O grupo de pesquisa Música e Educação - MUSE tem como principal objetivo desenvolver atividades de pesquisa relacionadas ao ensino de música nos mais diversos contextos. A música na educação formal, informal, e não formal faz parte do universo investigativo deste grupo de pesquisa. As ações do grupo estão dirigidas para diversas modalidades de pesquisa, abrangendo, também, ações de extensão e atividades de ensino. Os participantes do grupo, pesquisadores, professores, estudantes de graduação (licenciatura e bacharelado em música) e pós-graduação (mestrado em música, doutorado em educação), desenvolvem seus trabalhos numa perspectiva integrada. As linhas de pesquisa do grupo são duas: 1) processos e práticas em educação musical (formação inicial e continuada de professores, políticas educacionais e legislação educacional para a área de música, e educação musical especial) e 2) grupos musicais e regência (formação e atuação de regentes, e questões gerais e específicas de grupos musicais).

Professor(es): Regina Finck Schambeck, Sérgio Luiz Ferreira de Figueiredo


NEXOS: TEORIA CRÍTICA E PESQUISA INTERDISCIPLINAR — SUL

"NEXOS: Teoria Crítica e Pesquisa Interdisciplinar - Sul" é um grupo de estudo e pesquisa com sede na Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC, que integra uma rede composta por pesquisadores nas cinco regiões brasileiras. Seu objetivo é articular as colaborações regionais e nacionais para produção de conhecimentos metodológicos e teóricos relacionados à Teoria Crítica da Sociedade. Suas ações envolvem o ensino, a extensão e a pesquisa e pretendem ampliar as investigações na área da Educação, com estudos sobre os fenômenos educativos, em diferentes contextos e modalidades, a partir dos seguintes temas: teoria crítica e educação contemporânea, indústria cultural e educação, cultura digital e formação e prática docente e tecnologias digitais em rede.

Professor(es): Roselaine Ripa


OBSERVATÓRIO DE PRÁTICAS ESCOLARES

Tendo como lócus privilegiado a escola e suas práticas, o Observatório de Práticas Escolares, congrega um conjunto de pesquisadores cujas pesquisas intentam apreender as diferentes formas de ser escola. Pautados por uma perspectiva epistemológica histórica, sociológica e filosófica, o grupo investiga questões vinculadas a História, Historiografia, Currículo e Políticas Educacionais, buscando entender as urgências e movimentos de inovação presentes na escola contemporânea. O Observatório, através da inserção de pesquisadores de diferentes instituições, vincula-se a observatórios de outras regiões do país, assim como através de seus pesquisadores, articula-se a projetos nacionais e internacionais.

Professor(es): Celso João Carminati, Geovana Mendonça Lunardi Mendes, Martha Kaschny Borges, Vera Lucia Gaspar da Silva


OBSERVATÓRIO DE POLÍTICAS CURRICULARES E EDUCAÇÃO INCLUSIVA — OPEN

O grupo de Pesquisa OPEN congrega pesquisadores de diferentes perspectivas epistemológicas e metodológicas que tem se dedicado a investigar as políticas de currículo e de Educação Inclusiva. O grupo organiza-se em torno de duas linhas, a saber: - Políticas de Currículo e diversidade; - Escolarização de alunos com deficiência; Dentro do campo das políticas curriculares as investigações do grupo transitam pelas questões relacionadas ao empréstimo e tradução de políticas globais no contexto local, com específica atenção para as políticas curriculares de atendimento a diversidade nos contextos educacionais. Dedica-se também aos processos de escolarização de sujeitos com deficiência, investigando políticas, práticas e processos de ensino e aprendizagem.

Professor(es): Geovana Mendonça Lunardi Mendes, Ana Paula Nunes Chaves


PROLINGUAGEM — AQUISIÇÃO, APRENDIZAGEM E PROCESSAMENTO DA LINGUAGEM ORAL E ESCRITA

O grupo tem como foco de pesquisa os processos envolvidos tanto na aquisição da língua oral como na aprendizagem da língua escrita que têm implicações sobre a alfabetização e o ensino da Língua Portuguesa, como também em relação à reabilitação. Ao compreender que a linguagem oral opera como base e interface para a aprendizagem da linguagem escrita, interessa-nos estudar os aspectos pedagógicos, linguísticos e cognitivos que contribuem para esta aprendizagem. Com foco na formação, inicial e continuada, de professores para a Educação Básica, nos interessa discutir os conhecimentos que fundamentam o ensino da língua materna, quer se trate da modalidade oral, nas suas vertentes de produção e compreensão, como na modalidade escrita, nas habilidades de ler, escrever, produzir e compreender. As atividades de pesquisa do Grupo se desdobram em ações de ensino e extensão com o objetivo de subsidiar teórica e metodologicamente o ensino da Língua Portuguesa nas escolas.

Professor(es): Dalva Maria Alves Godoy, Lourival José Martins Filho


RELAÇÕES DE GÊNERO E FAMÍLIA

O grupo reúne pesquisadoras e pesquisadores que, em suas atividades acadêmicas, estudam relações de gênero e arranjos familiares como processos culturais que envolvem múltiplas formas de sociabilidades, com ênfase nas experiências cotidianas historicamente construídas, entendidas como lugar onde são percebidas as relações de poder/saber e as várias representações e práticas sociais. Os integrantes do grupo de pesquisa possuem experiência em diversos projetos que, em geral, tratam da construção das relações de gênero no âmbito do feminino e do masculino, de práticas relativas à saúde reprodutiva e à sexualidade, políticas sociais para família, infância e juventude, bem como movimentos sociais e populacionais contemporâneos. O aporte teórico propõe um diálogo interdisciplinar na área das ciências humanas, seja na análise de relações de gênero e de classe ou naquelas relativas à geração e etnia, com vistas a democratizar a produção do conhecimento na História e nas Ciências Sociais.

Professor(es): Silvia Maria Fávero Arend

 
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED / Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi - Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001 / Telefone: (48) 3664-8500
© 2010-2012 SETIC - UDESC