Como chegar aqui:

Programa de Pós-Graduação - Gestão da Informação




LABORATÓRIOS E NÚCLEOS



 

Laboratório de Produção, Comunicação e Memória
Científica - CienLAB


O CienLab é vinculado ao Departamento de Biblioteconomia e Gestão da Informação e ao Programa de Pós-Graduação em Gestão da Informação.

Criado em 2016, tem como objetivo, além do desenvolvimento das atividades de pesquisa e ensino na temática da Produção, Comunicação e Memória Cientifica, atuar junto aos editores de periódicos científicos da UDESC para prover condições adequadas de melhoria das suas funções e o desenvolvimento de política Institucional em relação ao Portal de Periódicos.
Assessoramento aos editores sobre critérios de avaliação de revistas científicas e estratégias de atendimento as especificidades de cada área do conhecimento;
Capacitação aos editores e bolsistas sobre o uso da plataforma SEER para editoração;
Acompanhamento do atendimento às normas e formatação dos artigos, para monitorar a conformidade às normas vigentes e metadados, garantindo a qualidade de cada edição.

O laboratório foi totalmente mobiliado para atender as necessidades de até cinco pessoas trabalhando simultaneamente. Possui também cinco computadores e uma impressora multifuncional para apoiar as atividades de pesquisa realizadas. Atua também em conjunto com o Setor de Publicações da FAED.

Cabe ressaltar que o Laboratório não estará restrito aos professores do Departamento de Biblioteconomia, sendo possível à vinculação de professores de outros departamentos da FAED, de outros Centros da UDESC, de outras IES e de técnicos/pesquisadores de Órgãos e Instituições Públicas Municipais, Estaduais e Federais.

 


Laboratório de Ensino, Pesquisa e Extensão em Biblioteconomia e Ciência da Informação – LABIB


O LABIB, vinculado ao Departamento de Biblioteconomia e Gestão da Informação (DBI), tem contribuído na orientação de pesquisas de professores e alunos, tanto do curso de graduação quanto de cursos de pós-graduação lato sensu, ofertados pelo DBI, e agora também será espaço de pesquisa do Mestrado Profissional.

 

A criação desse Laboratório se pautou na realidade do currículo e nas condições de infraestrutura do Curso de Graduação, em 2005, com vistas a formar bibliotecários habilitados para gerenciar informação a partir de conhecimentos técnico-científicos dos campos da Biblioteconomia, da Ciência da Informação, da Administração e da Tecnologia de Informação e Comunicação.

 

O objetivo desse Laboratório é desenvolver estudos e projetos de ensino, pesquisa e extensão nas linhas de pesquisa do Grupo de Pesquisa em Informação: (a) Gestão de Unidades de Informação; e (b) Informação, Memória e Sociedade. Essas duas linhas abarcam temáticas como planejamento e avaliação em unidades de informação, organização e tratamento da informação, recursos e serviços de informação; gestão da informação, tecnologias da informação, competência em informação, memória e sociedade.

 

O Laboratório tem uma infraestrutura de materiais, equipamentos e móveis para atender professores e alunos em atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão, integrados entre a graduação e a pós-graduação. Dispõe de cinco estações de trabalho com computadores e respectivos periféricos, ligados à rede cabeada ethernet e wireless, uma impressora multifuncional, uma mesa de trabalho coletivo com seis cadeiras, gaveteiros, armários e estantes para armazenamento de materiais.


O LABIB abriga um acervo bibliográfico de material didático-pedagógico, como o Sistema de Classificação Universal (CDU), o Sistema de Classificação de Dewey (CDD), o Código de Catalogação Anglo-americano, além de acervo para pesquisa e consulta local.

 

Além disso, o LABIB dispõe de infraestrutura de hardware e software para apoiar as atividades docentes e discentes: cinco computadores e softwares licenciados também para o Laboratório de Informática; Processador Dual Core (AMD Athlon 64 bits), Memória RAM 2 Gb, Disco Rígido 120 Gb; acesso à rede wireless e cabeada Ethernet; e Software Sphinx Léxica.


O Software Sphinx Léxica é uma ferramenta de apoio à pesquisa que permite análises de dados quantitativos e qualitativos, coletados por meio de questionários, entrevistas, discursos, livros e mensagens eletrônicas. Ademais, oferece funções de divisão de texto, navegação por hipertexto e indexação automática. Os formulários para coleta de dados primários podem ser criados no próprio Software, como também é possível a importação de base de dados externas.



Laboratório de Tecnologias e Gestão do Conhecimento (LABTECGC)

O LabTecGC tem sua gênese na identificação de demandas de pesquisa aplicada e inovação tecnológica que são classificadas em três eixos de atuação:

Gestão do Conhecimento: estudos de métodos e técnicas da Engenharia e Gestão do Conhecimento, orientados para o desenvolvimento de soluções para contextos de atividades intensivas em conhecimento, como Bases de Conhecimento (Ontologias), aplicações baseadas em Web Semântica e Web 3.0, e Sistemas Baseados em Conhecimento.

Gestão da Informação: estudos de métodos e tecnologias para o desenvolvimento de soluções orientadas para atividades organizacionais de nível gerencial, como aquelas empregadas no desenvolvimento de Business Intelligence, Data warehouse e outras pertinentes ao campo da Gestão da Informação.

Teoria e Prática da Gestão do Conhecimento e da Informação: estudo e desenvolvimento de projetos interdisciplinares de ensino e de pesquisa nos contextos da Ciência da Informação, Gestão da Informação e Ciência da Computação, oportunizando a formação de competências por meio de atividades complementares nos dois eixos anteriores para alunos de Graduação e Pós-Graduação.

A justificativa da criação do LabTecGC fundamenta-se:

na política institucional de iniciação científica e de desenvolvimento tecnológico e inovação da UDESC;

na necessidade de consolidar a vocação de pesquisa de docentes cujas competências e habilidades estão ligadas às áreas que caracterizam os eixos de concepção do LabTecGC, de forma a materializar um segmento de produção de conhecimento científico, bem como de geração de pesquisa aplicada em contextos de inovação tecnológica;

no pressuposto de que os métodos e técnicas da Engenharia e Gestão do Conhecimento, e da Gestão da Informação, como aqueles aplicados em contextos de Business Intelligence, constituem-se recursos estratégicos para uso no ensino, na pesquisa e no desenvolvimento de soluções tecnológicas para demandas especializadas;

na disseminação dos conhecimentos obtidos a partir das pesquisas científicas realizadas no Laboratório, por meio de publicações científicas, o que confere a necessária credibilidade aos resultados dos projetos; e

no papel do Laboratório no contexto Institucional, como componente do desenvolvimento Científico e Tecnológico em alinhamento com a Missão, Visão e Princípios da UDESC.

A criação deste Laboratório representa a oportunidade para consolidar um importante recurso para a conjunção de competências de pesquisadores com atuação na área, e tem como objetivo a realização de atividades enquadradas nas seguintes categorias:

Projetos de Pesquisa: desenvolvimento de pesquisas aplicadas à Gestão do Conhecimento e da Informação; e

Projetos de Ensino: desenvolvimento de atividades complementares para formação de competências de egressos de Graduação e Pós-Graduação nos contextos dos três eixos de atuação.

Atualmente, o LabTecGC dispõe das seguintes ferramentas para apoio ao Ensino:


  • Software DSpace: é um software livre desenvolvido para criação de Repositórios Digitais com funções de captura, distribuição e preservação da produção intelectual, permitindo sua adoção por outras instituições em forma consorciada federada. É mantido por meio de um projeto colaborativo da MIT Libraries e a Hewlett-Packard Company (www.dspace.org).Os repositórios digitais podem ser considerados uma inovação no gerenciamento da informação digital. As editoras, bibliotecas, arquivos e centros de informação em vários países estão criando grandes repositórios de informação digital, contendo diferentes tipos de conteúdos e formatos de arquivos digitais. O DSpace é utilizado nas disciplinas de Planejamento e Geração de Bases Dados e Tecnologias para Bibliotecas Digitais e o servidor que hospeda o software está acessível pelo endereço: http://www.labtecgc.udesc.br:8080/jspui/.


  • Software Open Journal System – OJS: é um Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER) desenvolvido para a construção e gestão de publicações periódicas eletrônicas e contempla ações essenciais à automação das atividades de editoração de periódicos científicos. Recomendado pela CAPES, o processo editorial no SEER permite melhoria na avaliação da qualidade dos periódicos, e maior rapidez no fluxo das informações. A boa aceitação do SEER pela comunidade brasileira de editores científicos deve-se ao desempenho do sistema e de sua fácil adaptação aos processos de editoração em uso. Ademais, o SEER permite a adoção de padrões editoriais internacionais para periódicos eletrônicos, melhorando a disseminação, divulgação e preservação dos conteúdos das revistas brasileiras. Esse software é usado nas disciplinas de Tecnologias para Bibliotecas Digitais e Tecnologias aplicadas à Biblioteconomia e encontra-se disponível no endereço: http://www.labtecgc.udesc.br/ojs8fase.


  • Software Limesurvey: é um software livre de código aberto para criação de questionários e coleta de dados on-line, via internet, com suporte para coleta identificada ou não e geração de estatísticas. Esse software é utilizado pelos alunos para coleta de dados em pesquisas que demandam grande volume dados e controle, proporcionando economia de tempo. O software e questionários, criados sob demanda, estão disponíveis em: http://www.labtecgc.udesc.br/limesurvey/admin.


  • Wikibiblio: é um ambiente baseado em plataforma colaborativa criada com o software MediaWiki. Trata-se de um wiki engine, isto é, um software que fornece um site web com páginas que podem ser editadas pelos usuários. É utilizado principalmente pela Fundação Wikimedia para viabilizar projetos de conteúdo aberto, como a Wikipédia e o Wikimedia Commons. O papel dessa plataforma é apresentar aos alunos, na prática, o paradigma de construção colaborativa de conteúdos, pelos quais eles interagem com conceitos, como de Web 2.0, de Biblioteca 2.0 e de compartilhamento de conhecimentos. A Wikibiblio está disponível em: http://www.labtecgc.udesc.br/wikibiblio/.


  • Software Script Lattes: é utilizado em pesquisas relacionadas à produção de pesquisadores, com o intuito de produzir relatórios com informações para posterior análise. Foi projetado e desenvolvido em Linguagem Perl por Jesús P. Mena-Chalco e Roberto M. Cesar-Jr, na USP, para ser executado unicamente em um terminal de texto (consola de Linux) e sob o sistema operacional GNU Linux. É baseado no licenciamento GNU (software livre de código aberto). O aplicativo está disponível em: http://www.labtecgc.udesc.br/lattes/cinfbrasil/.


Saiba mais.

 


Laboratório de Tecnologias de Informação e Comunicação – LABTIC

O LabTic tem como foco a linha de pesquisa na Gestão de Inovações e Tecnologias Organizacionais. Nesse meio, o laboratório atua em projetos de aprimoração dos métodos interativos da área administrativa aliada à tecnologia e seus instrumentos de aplicabilidade.


O Laboratório está vinculado ao Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas (ESAG), coordenado pelo Prof. Julibio David Ardigo, com a participação do Prof. Julio da Silva Dias.


Esse grupo de pesquisa estuda e pesquisa o uso das tecnologias de informação e comunicação (TICs) aplicáveis aos campos de gestão e de aprendizagem. Especificamente, interessa ao grupo: a) realizar pesquisas sobre as TICs para a gestão, a segurança e os negócios eletrônicos das organizações; b) pesquisar a gestão das TICs nas organizações; c) criar, implementar e avaliar sistemas informatizados para a aprendizagem (com docência presencial ou à distância) e gestão operacional de projetos; d) pesquisar e estudar tecnologias aplicadas às áreas de logística empresarial e gerenciamento da cadeia de suprimentos objetivando o desenvolvimento de metodologias e sistemas aplicados; e) estudar a aplicação das TICs na capacitação e acompanhamento de recursos humanos em organizações.


 


UDESC Virtual

O UDESC Virtual é um órgão setorial da estrutura da Universidade responsável pelo planejamento, execução e avaliação de produtos multimídia; pelo gerenciamento, manutenção e capacitação no uso de ambientes virtuais de aprendizagem utilizados como ambientes pedagógicos para formação inicial, pós-graduação Lato e Stricto Sensu e formação continuada, presencial e/ou a distância. Trata-se de um ambiente de interação para ações de ensino, pesquisa, extensão e administração desenvolvidas pelo Centro de Educação a Distância e por outros Centros da UDESC, com destaque para a FAED.


A UDESC Virtual também desenvolve ferramentas computacionais para as ações pedagógicas e administrativas do Centro de Ensino a Distância (CEAD); mantém comunidades virtuais de grupos de pesquisa da instituição e é responsável pela manutenção da infraestrutura tecnológica do Centro.


A estrutura física do CEAD é composta por salas, computadores e estúdio de vídeo, sendo utilizada por professores de outros Centros para produções audiovisuais. Conta com funcionários efetivos e terceirizados, técnicos de suporte de informática, vídeo e rádio, tutores e bolsistas. Tal estrutura também poderá ser utilizada pelo Programa de Pós-Graduação em Gestão da Informação.

 

 


Museu da Escola Catarinense

O Museu da Escola Catarinense foi criado junto ao Centro de Ciências Humanas e da Educação (FAED) em novembro de 1992, passando a funcionar desde março de 1993 como um espaço de preservação da memória cultural escolar do Estado e como centro de apoio à pesquisa científica. Atualmente, está instalado no prédio onde funcionava, até meados de 2007, a FAED, na Rua Saldanha Marinho, 196, no Centro de Florianópolis.


Segundo o Regimento Geral da UDESC, o Museu da Escola Catarinense é um órgão suplementar superior que tem por finalidade reunir informações e elementos materiais e simbólicos sobre as escolas do Estado de Santa Catarina, com o objetivo de preservar objetos, artefatos, documentos e imagens de valor histórico, relacionados à cultura escolar e à educação catarinense.


Cabe ao Museu da Escola Catarinense:

I - preservar a memória da escola catarinense;

II - coletar informações e elementos materiais sobre as escolas do Estado;

III - coordenar as ações de salvaguarda e comunicação do acervo;

IV - oferecer suporte às atividades de ensino, pesquisa e extensão relacionadas aos seus objetivos; e

V - exercer outras atribuições no âmbito de sua competência ou que lhe forem delegadas.


O acervo do Museu da Escola Catarinense é composto por livros, móveis, objetos escolares, fotografias e documentos que registram a história da educação catarinense. Trata-se de material proveniente de doações de escolas, de órgãos públicos e de ex-professores e/ou de seus familiares. Conta também com um acervo de história oral composto por um conjunto de aproximadamente cem entrevistas concedidas por profissionais que atuaram no ensino catarinense até os anos de 1960.


Para o PPGInfo, o Museu constitui-se de unidade de informação para a linha de pesquisa Informação, Memória e Sociedade, bem como para o desenvolvimento de ações de extensão. As ações de pesquisa e extensão desenvolvidas nesse espaço são destinadas a socializar o acervo e os trabalhos junto à sociedade, pautando-se por ações diretas para a comunidade escolar com o intuito de fomentar uma política de preservação da memória, com assessoria tanto para a organização de espaços da memória, como de preservação e recuperação de acervos de bibliotecas públicas e escolares. O espaço ainda é utilizado para oficinas práticas de preservação e conservação de materiais bibliográficos impressos, ministradas como conteúdo integrante das disciplinas da graduação voltadas à Gestão de Arquivos e Gestão de Estoques Informacionais.



Instituto de Pesquisa e Documentação em Ciências Humanas – IDCH

O objetivo precípuo do IDCH é desenvolver pesquisas, tratar, armazenar e disseminar documentação delas resultantes, assegurando a interdisciplinaridade necessária para os estudos na área das ciências humanas e das ciências sociais aplicadas, oferecendo suporte adequado aos projetos de pesquisas desenvolvidos nos Laboratórios que compõem os Programas de Pós-Graduação em Educação (PPGE), História (PPGH), Planejamento Territorial e Desenvolvimento Socioambiental (MPPT), e desta proposta, da FAED/UDESC.


O IDCH articula pesquisas sobre processos contemporâneos de urbanização e mudanças socioambientais, estudos e tecnologias educacionais, escolarização e investigações sobre o chamado Tempo Presente, estudos de gestão da informação, sociedade e memória, agregando o conjunto de linhas de pesquisa abrigado nos Programas de Pós-Graduação. As pesquisas e os documentos produzidos pelos estudos vinculados ao PPGInfo também serão incorporados a esse Centro.


Nesse local está instalado o Laboratório de Preservação e Conservação de Documentos, com vistas a dar tratamento adequado à documentação recebida e/ou gerada pelas pesquisas realizadas pelos cursos de pós-graduação do Centro.


Nesse espaço também será implantado uma sala para videoconferência, com ambiente e equipamentos de sonorização, iluminação e climatização, de modo a favorecer a disseminação de informações, o intercâmbio acadêmico e a formação de quadros de pesquisadores.

 


Laboratório de Mídias e Práticas Educativas – LAMPE

O Laboratório de Mídia e Práticas Educativas tem por objetivo assegurar um espaço de pesquisa, construção e aplicação de práticas pedagógicas com base na utilização de tecnologias da informação e da comunicação, digitais ou não, voltadas ao estudo das relações entre as tecnologias da informação e da comunicação e à prática pedagógica. Integra ações de ensino, pesquisa e extensão nos níveis de Graduação e Pós-Graduação no âmbito da FAED. Procura contribuir efetivamente no processo de formação e atuação docente, para a compreensão e aplicação das potencialidades e usos das TIC no processo de ensino e aprendizagem, articulando a pesquisa, o ensino e a extensão na temática Educação e Tecnologias de Informação e Comunicação. Assim, sua vocação é promover a análise, a testagem e a produção de materiais pedagógicos em todos os níveis de ensino, numa perspectiva colaborativa para a construção coletiva do conhecimento por meio de parcerias com instituições, grupos de pesquisa, núcleos, pesquisadores e profissionais. O LAMPE é constituído por pesquisadores, professores, acadêmicos da graduação e da pós-graduação da FAED.

 
Centro de Ciências Humanas e da Educação - FAED / Av. Madre Benvenuta, 2007 - Itacorubi - Florianópolis - SC
CEP: 88.035-001 / Telefone: (48) 3664-8500
© 2010-2012 SETIC - UDESC